segunda-feira, 5 de março de 2012

Segredos de beija-flor

© Márcia Sanchez Luz

Para Aracéli Martins, em seu aniversário


(Img: Márcia Sanchez Luz)


















Um beija-flor pousou em meus cabelos
e me contou segredos de outras terras.
Falou dos mares, rios e das serras,
dos seres mágicos, frugais modelos

do que é ser puro, do que é ter desvelo
pelo universo, pela biosfera.
Em nosso orbe a vida já se ulcera
e dele conhecemos o novelo,

o trágico final que se apresenta
e delineia a era que virá.
A natureza avisa mas se isenta

se não olharmos todos seus sinais!
Um beija-flor pousou em meus cabelos
e me cobriu de beijos musicais...

27 comentários:

  1. Olá, menina,

    Adoro beija-flor...tenho um que vem sempre ao meu jardim. Mostre para minha xará um conto que fiz inspirada por esse bichinho lindo. Acredito que ela irá gostar também.

    Boa semana,

    Araceli

    endereço do post:

    http://www.pedradosertao.blogspot.com/2011/02/mulher-e-o-beija-flor-todo-dia.html#links

    ResponderExcluir
  2. Querida Poetisa Márcia, seu belo Soneto Segredos de beija-flor,
    me fez voltar no tempo, onde morei por 10 anos na Ilha de Florianópolis, num sitio, onde até dentro de casa eu podia ver os beijas-flores bem de pertinho. Que dia especial ler você, e poder recordar dum passado maravilhoso, entre a mata e seus tesouros nativos, como os beijas-flores.
    Parabéns ao belo Soneto, com admiração,Efigênia Coutinho

    ResponderExcluir
  3. Querida Márcia,
    como agradecer por este presente tão lindo e tão original? Ainda mais falando num beija-flor?
    Hoje estou agradecendo à vida pela sorte de meu caminho ter cruzado com o de tanta gente incrível, linda e de um valor que nada substitui. Claro que você faz parte desse meu tesouro! Obrigada, querida!

    ResponderExcluir
  4. Márcia,
    fui pesquisar sobre o significado de beija-flor, é mensageiro da cura, do amor romântico, da claridade, da graça, da sorte e da suavidade. O seu soneto é tudo isso. Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Araceli, também sou fascinada por beija-flores, assim como jasmins...é muito gostoso acordar com o perfume das flores e o beijo de um beija-flor.

    Fui conhecer seu blog e adorei o conto. Deixei um comentário lá, viu?

    Boa semana pra você também e obrigada pela visita.

    Márcia

    ResponderExcluir
  6. Efigênia, tenho a sorte de poder conviver com beija-flores diariamente. E são tantas as espécies! Um deles, de fato, pousou em meus cabelos ;-)

    Obrigada por sua carinhosa visita.

    Beijos

    Márcia

    ResponderExcluir
  7. Aracéli, minha querida aniversariante, não há o que agradecer. Fiz de coração, viu? Também agradeço todos os dias pelas pessoas maravilhosas que surgem em meu caminho, entre elas você!

    Beijos carinhosos de felizes aniversários por muitos e muitos anos.

    Márcia

    ResponderExcluir
  8. Mauro, que interessante! Nunca li a respeito de seu significado, mas intuitivamente sabia disto...é assim que sinto o beija-flor ;-)
    Obrigada por transmitir sua pesquisa e pelo carinho de suas palavras.

    Abraços

    Márcia

    ResponderExcluir
  9. Um lindo e suave soneto, Márcia!
    Sim, a Natureza pode mandar recado severo e destruidor. Mas um beija-flor pode sim, pousar nos seus cabelos. Reconheceu a poesia?
    Talvez...

    Beijo,
    Jorge

    ResponderExcluir
  10. Precioso, genial, estimada y admirada amiga Márcia, tu último soneto. Enhorabuena. Muchas gracias por compartir con los amigos esa luminosa estrella poética.
    Besos
    Carlos Benítez Villodres
    Málaga (España)

    http://www.carlosbenitezvillodres.es

    ResponderExcluir
  11. María Sanchez Fernades5 de março de 2012 23:19

    Muy lindo tu soneto dedicado a la hermosa amiga que es la flor, querida Marcia. Aquí en España dentro de pocos días entra la Primavera y estaremos saturadas de ellas.
    Felicitaciones y un fuerte abrazo
    María

    ResponderExcluir
  12. Os beija-flores são passarinhos pequeninos que fogem dos vendavais para pousarem nos turbilhões de idéias. São aviõezinhos que se parecem com helicópteros de combate e trazem notícias da guerra no front da ecologia. Às vezes confundem flores com flor e pousam na cabeça de poetas, ainda mais na primavera. bjs.

    ResponderExcluir
  13. Singelo, leve, vertiginoso e intenso... Exatamente um beija-flor, Márcia! Belíssima foto! Parabéns!

    ResponderExcluir
  14. Jorge, ele com certeza percebeu que eu não iria lhe fazer mal ;-).
    Obrigada por seu carinhoso comentário.

    Beijos

    Márcia

    ResponderExcluir
  15. Carlos, é um prazer poder compartilhar meus sentimentos com pessoas sensíveis como você!
    Grata por suas palavras.

    Márcia

    ResponderExcluir
  16. María, a primavera é uma estação mágica, não é mesmo? Há tanta beleza à nossa volta!
    Feliz nova estação! Que ela lhe traga muita inspiração!

    Beijos

    Márcia

    ResponderExcluir
  17. Marco, os beija-flores são especiais - rápidos e tão sensíveis, não é mesmo? Há que conquistá-los, porém...e quando um deles nos acaricia parece um sonho...
    Obrigada pela gentileza de suas palavras, sempre poéticas, mesmo em se tratando de prosa.

    Beijos

    Márcia

    ResponderExcluir
  18. Obrigada, Caio. Viu só o que um beija-flor faz com a gente? Coisa boa!
    Agradeço também por ter me incentivado a voltar a fotografar e por tanto me ensinar.

    Beijos

    Márcia

    ResponderExcluir
  19. Que poema lindo, Marcinha! Quase caí da cadeira! Estou compartilhando no FB com meus amigos de Língua Portuguesa. Parabens!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Cicero. Fico feliz e agradeço por compartilhar no FB!
      Obrigada, poeta!

      Abraços

      Márcia

      Excluir
  20. Que belo soneto emissário do beija-flor, Márcia!

    Enquanto pássaros houver para lhe dar beijos musicais, poderemos nos deliciar com essa poesia encantadora e mágica que vc nos presenteia.

    Um importante alerta da Natureza nos versos que o anuncia.

    Parabéns, querida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro mensageiros, Lígia! Eles vêm para nos alertar sobre o que virá em breve - e devemos escutá-los...
      Muito obrigada pelo carinho de seu comentário, fruto de cuidadosa leitura, além, é claro de sua sensibilidade.

      Beijos

      Márcia

      Excluir
  21. Admirei-me por neste dia teu beija-flor invadir meu imaginário trazendo reminiscências pessoais muito caras, cara Márcia. Os quantos segredos dele também são poesia a transbordar de seu soneto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É tão bom quando, a partir de uma leitura, todo nosso ser se transporta para vivenciar, de outra forma, o que passou, não é mesmo? Fico feliz em saber que meu beija-flor teve este efeito em você, João!
      Obrigada pelo carinho de suas palavras.

      Abraços

      Márcia

      Excluir
  22. Márcia nasce isto agorinha em comentário ao belíssimo BEIJA-FLOR.

    O VELHO E O BEIJA-FLOR.

    Em mim o beija-flor deu na careca
    Uma leve bicada. Ou foi um beijo?
    E disse simplesmente em ti me vejo
    No sonho de voar! Que vão-se à breca

    Enxaquecas e mal, Toma a peteca
    Lança-a ao alto e segue. Sempre andejo!
    Ergue a cabeça, toca o realejo,
    Deixa que a vida vá. Se agrada, peca!

    A vida é curta para o vôo do sonho.
    Por isto beijo as flores. Te proponho
    Que beijes as mulheres, todas elas!

    Quando da vida fores, quando eu for,
    Fique lembrado: - o velho e o beija-flor
    São anjinhos dos deuses e das belas.

    João Justiniano da Fonseca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poeta e amigo João Justiniano, que lindo comentário em forma de soneto!
      Obrigada por seu carinho.

      Abraços

      Márcia

      Excluir
  23. Beija flor é ma'gico...beijo Lisette.

    ResponderExcluir